Blog

Lógica reversa torna-se uma tendência na indústria farmacêutica

Com o aumento da quantidade de resíduos sólidos gerados no país, as preocupações com questões socioambientais e com o descarte correto desses resíduos estão a todo vapor. E isso não é diferente para as farmácias! Por isso mesmo a questão da logística reversa na indústria farmacêutica é tão importante.

Afinal, a quantidade de resíduos de medicamentos no Brasil é alta! Para saber mais sobre esse assunto e ainda conferir algumas dicas de como as farmácias podem entrar nessa onda sustentável, é só continuar lendo este artigo.

Logística reversa na indústria farmacêutica

Desde 2010, existe no Brasil uma Lei conhecida como Política Nacional de Resíduos Sólidos (12.305/2010) com o objetivo de consolidar estratégias de redução do volume de resíduos e, consequentemente, diminuir os impactos causados ao meio ambiente e à saúde.

Essa Lei foi a responsável também por implantar o conceito conhecido como logística reversa, o qual tem como objetivo envolver toda a cadeira de consumo de um produto desde os fabricantes, importadores, distribuidores, comerciantes, titulares dos serviços públicos de limpeza até o consumidor final.

 

 

No entanto, um dos principais alvos dessa logística reversa são os medicamentos. Além de ter uma quantidade grande de medicamentos em circulação, grande parte da população não possui o costume de descartar os remédios que estão vencidos de forma adequada. E é exatamente nesse ponto que entra a logística reversa na indústria farmacêutica.

Dicas para as farmácias se adequarem

É claro que se adequar à logística reversa na indústria farmacêutica é muito importante sustentavelmente, mas essa mudança também é válida como um critério de diferenciação no mercado.  Confira algumas dicas importantes a seguir:

  • Não compre muitos medicamentos;
  • Saiba o que mais vende em sua farmácia;
  • Ofereça opções de descarte para a população dentro da farmácia;
  • Explique para os clientes a importância de descartar medicamentos da forma correta.

Sendo assim, a logística reversa na indústria farmacêutica é um assunto que requer muita atenção. Quer receber mais dicas como essas em primeira mão? Quer discutir sobre outros temas que vão melhorar sua farmácia? Então se inscreva e receba nossa newsletter!