Notícias e Releases


No Laboratório Teuto/Pfizer as mulheres têm motivos para comemorar todos os meses. Com 3,5 mil colaboradores diretos, atualmente, 52% desse total são mulheres, que ocupam diversos cargos da indústria desde a produção até a diretoria da empresa. 

As colaboradoras que são mães contam com mais um benefício, o Centro de Educação Infantil - Walterci de Melo, mantido e situado dentro do complexo farmacêutico. A instituição atende cerca de 200 crianças entre filhos de colaboradores e famílias carentes da região.

"Temos orgulho em comemorar este mês e esta semana tão especial, celebrando as conquistas das mulheres no maior complexo farmacêutico da América Latina. Além disso, trabalhamos para garantir oportunidades para todos os nossos colaboradores, como parte de nossa política de valorização profissional", explica Elizabeth Junqueira, gerente administrativa e de RH. 

Campanhas online e de endomarketing também ressaltam a importância delas dentro da empresa. Além de ações fotográficas, pequenos eventos garantem mais saúde, bem-estar e qualidade de vida. 

Lançamentos da empresa confirmam o cuidado do laboratório com o público feminino, além de produtos específicos para a saúde da mulher, como o genérico Metronidazol + Nistatina, o Teuto oferece medicamentos de qualidade e confiança a preços acessíveis para toda a família brasileira.

Sobre o Teuto: 
O Laboratório Teuto/Pfizer, pioneiro na produção de medicamentos genéricos no Brasil, hoje é modelo para a indústria farmacêutica internacional. Há 70 anos no mercado, a indústria tem o maior complexo farmacêutico da América Latina - com mais de 100 mil metros quadrados de área construída em uma área total de 1 milhão de metros quadrados. A companhia, que é sinônimo de qualidade e confiança a preços acessíveis, busca proporcionar mais qualidade de vida aos seus clientes, colaboradores e parceiros e valoriza a responsabilidade socioambiental. No final de 2010, a empresa teve 40% de suas ações adquiridas pela norte-americana Pfizer. A parceria do Teuto com a Pfizer, a maior indústria farmacêutica do mundo, reafirmou ainda mais que "Se é Teuto, é de confiança".