Blog

Idade avançada limita prescrição de algumas drogas

É possível entender claramente como os avanços da tecnologia e da medicina foram capazes de trazer benefícios e resultados positivos nesses últimos 50 anos, cooperando significativamente para envelhecimento da população. Embora oferecendo mais longevidade, o benefício da idade avançada está sendo um fator limitador quando o assunto é a prescrição de alguns medicamentos.

Nomeadas como "medicações potencialmente inapropriadas", o uso dessas substâncias pode significar um risco maior do que seu benefício.

O cientista Scott Keth e seus colaboradores relataram em um estudo publicado pela revista especializada "Drugs & Aging", os aspectos negativos para a saúde física e econômica dos idosos em decorrência do uso de alguns desses medicamentos.

Foi percebido pelos autores um aumento de prescrição inapropriada, com a média de quatro drogas por receita, 75% delas com anti-inflamatórios do tipo relaxante muscular e digoxina para o coração, capazes de intoxicar facilmente.

Apesar de não afetar a mortalidade nessa faixa etária. A prescrição inapropriada está frequentemente associada a um maior risco de hospitalização do idoso.

Os pesquisadores lembram ainda que é necessário cuidado na prescrição de medicamentos para os idosos, especialmente com amitriptilina, cimetidine, clonidine, nitrofurantoina, estrógenos orais, testosterona, digoxina e drogas anti-inflamatórias não esteroidais, durante um período de 15 dias ou mais.

Fonte: Guia da Farmácia