Blog

Cresce o número de farmácias que aderiram a receita digital na pandemia

Saber como se adaptar em períodos onde grandes mudanças são exigidas, é fundamental para que todos os profissionais da área da saúde mantenham seu atendimento da melhor forma. Um exemplo foram as farmácias que optam pela utilização da receita digital na pandemia.

A importância de se adaptar ao novo

Para não ficar para trás, muitas empresas se viram sem outra opção a não ser se adaptar às novas formas de consumo de muitos indivíduos. Com isso, a fim de garantir o negócio funcionando normalmente, ou próximo a isso, utilizar a tecnologia foi a melhor e mais viável solução.

Porém, é importante frisar que se adaptar ao novo, como foi o caso da receita digital na pandemia, vai muito além de manter o funcionamento do negócio. Afinal, é um momento onde muitas pessoas se encontram buscando proteção efetiva contra o vírus.

Tudo isso reflete na forma como corporações, inclusive as farmácias, atendem seus consumidores. A intenção é garantir praticidade, proteção e maior agilidade.

Liberação da receita digital na pandemia

Estima-se que mais de 22 mil farmácias em todo o país já disponibilizem da receita digital na pandemia. Segundo dados, este não é um recurso de exclusividade de marcas renomadas e grandes no mercado, já que as marcas independentes também já estão adaptadas com essa nova modalidade.

O Ministério da Saúde realizou a liberação em caráter emergencial da telemedicina, o que contribuiu para um salto imenso em relação à utilização da receita digital na pandemia. Com isso, muitos médicos brasileiros e lojas da indústria farmacêutica acabaram se cadastrando na Memed.

Funcionamento

Após realizar a consulta online com o médico, o paciente recebe através do celular, geralmente por SMS, a receita médica digital. Na receita digital, é possível encontrar todos os dados que contêm em uma receita física, como os dados do médico, CRM, remédio, dosagem, etc.

Em seguida, o paciente apresenta-a no balcão da farmácia. A partir desse momento, inicia-se uma conferência atenta para garantir que o documento esteja assinado digitalmente e esteja dentro de tudo o que é exigido para uma receita digital.

Caso esteja tudo dentro do que é exigido, é realizada a dispensação dos medicamentos.

Maiores benefícios da receita digital

Sem dúvida, a receita digital foi uma das maiores praticidades que surgiu em meio à pandemia causada pela Covid-19. Afinal, com ela é possível fazer com que as pessoas saiam de casa o mínimo possível, tornando o isolamento social muito mais efetivo e reduzindo os índices de contaminação.

Além disso, com a receita emitida digitalmente, não há maiores gastos com papel e tinta, o que também resulta em ótimos benefícios para o médico que não terá gastos com esses acessórios, e também para o paciente que não precisará se deslocar até o local somente para conseguir a receita médica.

A praticidade é uma das maiores características da receita digital, já que faz com que não seja necessário sair com frequência de casa e assim evita expor uma quantidade maior de pessoas ao risco.

Assine nossa newsletter para receber mais conteúdos como este!

 

Fonte:

https://guiadafarmacia.com.br/uso-de-receita-digital-cresce-1000-no-brasil/
https://guiadafarmacia.com.br/mais-de-22-mil-farmacias-ja-aderiram-a-plataforma-de-prescricao-digital-da-memed-desde-o-inicio-da-pandemia/