Blog

Você sabe o que é medicamento off label e qual a sua importância?

Muitas polêmicas envolvem o medicamento off label, ou como também é conhecido, medicamento fora da bula. Como é de conhecimento de todas as pessoas, a comercialização de remédios dentro do Brasil exige a homologação e registro de produtos. Porém, esse cadastro somente pode ser feito através de agências regulamentadoras.

Quando se fala nessas agências, está se referindo à Anvisa. Ademais, o registro precisa ser realizado junto ao órgão regulador, que fica atrelado à indicação de seu uso ou prescrição médica. Dessa maneira, sempre haverá o devido respaldo da Anvisa na indicação de uso de medicamentos registrados. Sendo assim, o uso dos medicamentos fora da bula podem ocasionar algumas dúvidas para os profissionais do ramo da saúde.

Pensando nisso, elaboramos este post sobre o assunto, para que você se informe a respeito do tema. Boa leitura!

O que é o uso de medicamento off label?

O medicamento off label se deve à utilização de todo medicamento fora da bula. Ou seja, o off label se caracteriza por ser uma droga farmacêutica que não segue as indicações homologadas. Quando ocorre a aprovação de um medicamento para uma determinada indicação, não significa que ele somente possa ser utilizado para uma finalidade.

Off label no tratamento da Covid-19

A Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) definiu medidas novas para os planos de saúde, de modo que seja possível que as operadoras venham a responder de maneira efetiva às prioridades assistenciais necessárias. Sendo assim, a partir de agora, havendo a prescrição médica, o convênio não pode negar a medicação.

Entretanto, como dito anteriormente, o profissional deverá se responsabilizar pelo procedimento. Logo, se julgar necessário realizar o tratamento para tentar inibir o progresso da Covid-19, o plano não pode negá-lo, mas o profissional se torna responsável por possíveis acontecimentos.

Logicamente, como o assunto sobre medicamentos alternativos está em alta por conta da Hidroxicloroquina e Anita, que mostraram efeitos inibidores do Coronavírus em algumas pessoas, há grande probabilidade de os medicamentos off label ganharem cada vez mais força em tratamentos.

É importante citar também que os medicamentos fora da bula podem se tornar alternativas populares não somente no combate ao Covid-19, mas também de outras doenças que não possuem uma cura ou tratamento oficial. Assim, a qualquer momento podem surgir novas doenças que também podem utilizar medicamentos off label em seu tratamento.

Conclusão

Os medicamentos fora da bula podem ser uma alternativa cada vez mais popular no tratamento de doenças, as quais muitas pessoas não conhecem uma intervenção efetiva. No entanto, deve-se ficar atento às pesquisas e testes regularmente realizados a respeito das substâncias utilizadas, a fim de que o profissional fique resguardado em relação à venda e a  indicação realizada.

 

Fonte:

http://www.ans.gov.br/aans/index.php?option=com_centraldeatendimento&view=pergunta&resposta=1696&historico=19751570
https://idec.org.br/dicas-e-direitos/medicamento-off-label-convenio-deve-cobrir-tratamento