Blog

Marketplaces para farmácias: Cuidados para uma implantação eficaz

Assim como outras empresas utilizam o Marketplace como forma de realizar suas vendas e atendimento, o setor farmacêutico também precisou se adaptar. Logo, o marketplace para farmácias pode e deve ser implementado por todas as empresas farmacêuticas que desejam e devem se adaptar ao novo normal.

Em suma, utilizar-se desse serviço é algo que já deveria ter acontecido há muito tempo. No entanto, podemos dizer que a implementação tecnológica nas farmácias chegou na hora certa, fazendo com que todos se ajustassem às novas demandas.

Para saber mais sobre o assunto, continue acompanhando este post. Boa leitura!

Crescimento na pandemia

Muitos setores ainda engatinham dentro do que é considerado o novo normal. Muitos estão engatinhando dentro das vendas onlines e se adaptando por meio de lojas físicas diferenciadas, mas também através de e-commerces.

O setor farmacêutico, inclusive, é um dos setores mais jovens dentro do marketplace. Afinal, as farmácias adeptas às vendas online encontravam grande dificuldade em fazer com que os consumidores adquirissem os produtos.

Isso ocorria pois era comum encontrar clientes desconfiados quanto à veracidade dos produtos, do atendimento e também da plataforma. Porém, com a chegada da pandemia e a obrigação de cumprir com o isolamento social, o marketplaces para farmácias não somente garantiu um ótimo lucro, como também agradou muitos consumidores.

Muito além disso, segundo dados da Abrafarma (Associação Brasileira de Redes de Farmácias e Drogarias), o resultado de vendas online aumentou consideravelmente e, consequentemente, também de farmácias realizando atendimentos de forma online. As vendas dispararam principalmente em genéricos e medicamentos que não necessitam de receita.

O número de vendas dobrou e passou de 14,62 milhões para 25,86 milhões, logo, um incremento de 76,86%. Os atendimentos também subiram de forma considerável, pois foram de 2,78 milhões para 4,98 milhões. Dessa forma, estima-se que mesmo após a pandemia, muitas farmácias se mantenham assíduas e ativas de maneira constante no mercado virtual.

Quais os maiores benefícios dos marketplaces para farmácias?

Como é de se esperar, os marketplaces para farmácias garantem uma série de benefícios diferenciados e que agregam uma ótima visibilidade para a empresa. Entre eles, é possível citar:

●      Maiores lucros;

●      Redução de custo com mão de obra humana;

●      Agilidade no atendimento;

●      Maior segurança para todos os envolvidos.

Quando as farmácias se adaptam e implementam o marketplace de forma correta, é possível notar um consumo mais alto por parte dos consumidores que se sentem mais protegidos e confortáveis. Além disso, também possibilita, caso necessário, reduzir custo com mão de obra humana no balcão da farmácia.

Em seguida, a agilidade no atendimento é algo que chama atenção quando o assunto é sobre marketplaces para farmácias, já que oferece a possibilidade de ser pré-atendido por um robô ou até mesmo por um atendente humano. Ademais, tudo isso tem impactos positivos na segurança do consumidor e de todos os colaboradores da empresa.

Logo, os marketplaces para farmácias se tornam uma das melhores opções. Além disso, agora que muitas pessoas já conhecem esse método, se sentirão mais confortáveis para continuar comprando.

Como implementar?

Entrar para o marketplaces para farmácias é algo que não é tão difícil quanto se imagina. Logicamente, exige um pouco de planejamento, mas nada que resultará em uma grande perda de tempo. Afinal, isso está, devidamente longe de ser uma perda de tempo.

Em suma, para implementar os marketplaces para farmácias, é válido utilizar-se das redes sociais para divulgar os produtos, atender aos consumidores e ter um contato mais próximo. Além disso, é uma ótima forma é disponibilizar a tele-entrega de forma ágil e eficaz.

Outra grande forma de entrar para o marketplaces para farmácias é sempre integrar as plataformas de atendimento através do omnichannel. Assim, o cliente não verá diferença de comprar pelo marketplace ou necessitar ir até a loja. Ademais, optar por aplicativos de entrega (iFood, 99, Uber Eats, etc), também é uma ótima opção.

Conclusão

Como é possível observar, a implementação correta do marketplaces para farmácias colabora muito para o aumento das vendas e também para a comodidade e segurança do consumidor. Caso possua alguma dúvida, entre em contato através dos sites ou redes sociais!

 

Fonte:

https://www.ictq.com.br/varejo-farmaceutico/981-como-vamos-trabalhar-com-o-ifood-dos-medicamentos