Blog

Lista de medicamentos para importação extraordinária e temporária inclui antibióticos

Em razão da pandemia de Covid-19, a Anvisa incluiu em sua lista de medicamentos autorizados para importação dois produtos: a polimixina B e o sulfametoxazol-trimetoprima para uso intravenoso, ambos recomendados para o tratamento de infecções, conforme orientações contidas na bula de cada um desses produtos. 

Publicada no Diário Oficial da União (D.O.U.), a medida está na Resolução da Diretoria Colegiada (RDC) 516/2021, e altera a RDC 483/2021, que dispõe, de forma extraordinária e temporária, sobre os requisitos para a importação de dispositivos médicos novos e medicamentos prioritários para uso em serviços de saúde, em virtude da emergência de saúde pública internacional relacionada ao novo coronavírus (Sars-CoV-2). 

Nesse sentido, os dois antibióticos poderão ser importados por órgãos e entidades públicas e privadas, estabelecimentos e serviços de saúde, excepcionalmente e em caráter temporário, bem como dispositivos médicos novos e os outros medicamentos prioritários previstos no Anexo I da RDC 483/2021.

Polimixinas

Comercializadas desde a década de 50, as polimixinas  têm como indicação o tratamento de bactérias multirresistentes, especialmente Pseudomonas aeruginosa, Acinetobacter baumannii e enterobactérias.

As polimixinas são apresentadas como polimixina B e polimixina E, mais conhecida como colistina. A colistina é uma pró-droga inativa, que necessita de conversão em forma ativa para sua atividade, enquanto a polimixina B é administrada já em sua forma ativa.

A atividade in vitro de ambas é virtualmente idêntica, sendo bactericidas contra cepas suscetíveis de P. aeruginosa, A. baumannii e K. pneumoniae, com um efeito pós-antibiótico modesto.

Sulfametoxazol + Trimetoprima

Indicado para o tratamento de infecções causadas por microrganismos, como

infecções do trato respiratório e otites: exacerbações agudas de quadros crônicos de bronquite, sinusite, tratamento e profilaxia (primária e secundária) da pneumonia por Pneumocystis jirovecii em adultos e crianças.

Infecções do trato urinário e renais: cistites agudas e crônicas, pielonefrites, uretrites, prostatites e cancroides; Infecções genitais em homens e mulheres, inclusive uretrite gonocócica, infecções gastrointestinais, entre outras.

A Anvisa disponibiliza em seu portal informações sobre as modalidades de importação de vacinas e medicamentos prioritários ao enfrentamento da Covid-19, em uma área exclusiva.

Além disso, é possível consultar a legislação sanitária em vigor e acompanhar os tempos para análise das solicitações de licenciamento de importação, bem como obter informações relacionadas a todas as importações realizadas no contexto da pandemia.

Faz-se necessário manter-se informado sobre tudo o que acontece no universo dos fármacos.

Por isso, acompanhe as atualizações sobre este e outros assuntos em nossas redes sociais e também aqui em nosso blog.

 

Fonte:

- https://www.cff.org.br/noticia.php?id=6361&titulo=Antibi%C3%B3ticos+entram+na+lista+de+importa%C3%A7%C3%A3o+extraordin%C3%A1ria+e+tempor%C3%A1ria
- https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2021/antibioticos-entram-na-lista-de-importacao-extraordinaria-e-temporaria