Blog

Público sênior é o que mais consome medicamentos no Brasil

Campeões nas compras em farmácias, o público sênior é o que mais consome medicamentos no Brasil.

Segundo um apontamento realizado pela IQVIA, empresa especialista em análise de mercado para a área da saúde, o público idoso movimentou cerca de R$ 1 trilhão na compra de medicamentos para o tratamento de doenças crônicas.

Mesmo com as graves consequências da pandemia do coronavírus na população sênior, atualmente, de acordo com o IBGE, o Brasil tem mais pessoas com idade superior a 65 anos do que crianças, refletindo a perspectiva de longevidade cada vez mais crescente da população.

Com a constatação da alta demanda de medicamentos, a Associação Brasileira de Distribuição e Logística de Produtos Farmacêuticos (Abradilan) pôde dimensionar o impulso de vendas que o público sênior reflete nas farmácias e elaborou propostas de vendas de medicamentos para a categoria, a fim de estimular ainda mais o mercado farmacêutico.

Entre as patologias com maior número de necessidade de medicamentos estão os problemas cardiovasculares, pulmonares, diabetes, câncer e derrame. De acordo com a pesquisa, 42% dos idosos, com idade superior a 65 anos, manifestam até 4 problemas crônicos e demandam 5 medicamentos por dia, aproximadamente.

Para a Abradilan, o cenário foi estimulado pelas políticas de saúde implantadas nos últimos 15 anos, de forma social e econômica.

Em relação às vendas de medicamentos, a sugestão é de que sejam bem direcionadas e atinjam o público nas suas maiores necessidades de compra: o acesso, a comunicação visual, a oferta de serviços e o atendimento na venda dos medicamentos.

Leia também: Idosos na farmácia: Quais as dificuldades do público sênior no consumo de fármacos?

Aprimore a venda de medicamentos para o Público Sênior

Nesta categoria de vendas de medicamentos, a qualidade no atendimento é o que mais importa: idosos gostam de conversar e preferem compras presenciais, mesmo durante a pandemia.

Deste modo, o primeiro aspecto a ser bem estruturado é o preparo da equipe para o atendimento especializado no conhecimento dos medicamentos mais utilizados pelo público.

Em seguida, é fundamental que a venda dos medicamentos seja feita de maneira completa, ou seja, o estoque deve ser diversificado e permitir opções.

Apesar da preferência pelo atendimento presencial, os canais de delivery devem ser bem definidos para atender ao público que prefere não se expor.

Medicamentos e demais produtos devem ser divididos por seções

Separar em espaços organizados os medicamentos dos demais produtos, com comunicação visual assertiva, clara e em bom tamanho, facilita a venda e estimula o público sênior a consumir mais nas farmácias.

Além disso, o investimento na proximidade aos bairros é um diferencial: na venda de medicamentos, quanto mais próxima a farmácia for, melhor.

Aprenda mais sobre estas e outras tendências do mercado farmacêutico nos seguindo nas redes sociais.

 

Fonte:

- https://pfarma.com.br/noticia-setor-farmaceutico/mercado/6825-publico-idoso-e-o-que-mais-consome-medicamentos-no-brasil.html
- https://g1.globo.com/economia/noticia/2020/05/06/em-2019-pais-tinha-6-milhoes-de-idosos-a-mais-que-criancas-com-menos-de-9-anos-diz-ibge.ghtml