Blog

Anvisa alerta para o comércio online de vacinas falsas

A covid-19 está sendo devastadora para toda a humanidade e continua trazendo situações de insegurança e pânico para muitas pessoas. Na intenção de proteger a si e seus entes queridos, alguns, inocentemente, colocam suas esperanças em soluções ineficazes ou mesmo danosas à saúde, como em vacinas falsas, adquiridas de locais não confiáveis.

Atualmente a Anvisa emitiu uma nota alertando sobre os perigos da compra dessa substância duvidosa que surgiu no mercado antes mesmo que a vacinação oficial fosse oferecida a população.

Etapas seguidas na elaboração de uma vacina

Normalmente, o estudo e a liberação de vacinas podem levar até 10 anos. Diante do impacto global da pandemia, os laboratórios precisaram adiantar o processo. Mesmo lutando contra o tempo, a sua elaboração é feita de forma minuciosa.

Nenhum passo na criação é negligenciado, porém para adiantar a liberação eles podem ser feitos em conjunto. As fases abaixo demonstram todo o processo que uma vacina passa até ser disponibilizada à sociedade.

●      O primeiro passo consiste no estudo laboratorial dos princípios ativos mais adequados para a cura da enfermidade em questão.

●      A segunda fase, chamada fase pré-clínica, é o momento em que ocorrem os testes em cobaias, analisando suas reações.

●      A terceira é a de testes em humanos, na qual são feitos testes para definir a eficácia e os efeitos colaterais.

●      O próximo passo é o teste duplo-cego. Nessa fase, parte dos voluntários recebe a verdadeira vacina e os demais um placebo, sendo impossível aos que foram vacinados identificar qual a substância injetada.

●      De acordo com os resultados, é feito o devido registro na Anvisa.

●      Por fim, é feita a sua produção e distribuição em massa.

Alerta da Anvisa sobre as vacinas falsas

As vacinas são essenciais, já que elas são seguras e previnem doenças gravíssimas. Quando ocorre a redução de pessoas vacinadas é um cenário preocupante, pois a adesão às vacinas também é um indicativo da saúde de uma sociedade.

Quando um indivíduo se vacina, ele se protege e protege a outros, pois aqueles que não podem se vacinar devido a algum problema de saúde dependem da imunização da sociedade.

A preocupação da Anvisa não está limitada apenas à criação da vacina, mas também com sua procedência. É  importante as pessoas terem ciência das etapas da vacinação e que saibam que ela ainda não se encontra disponível para toda a população.

Em caso de dúvidas, é importante checar os fatos e averiguar as fontes para não correr o risco de ser lesado. A conscientização cabe às autoridades, laboratórios e  farmácias,  mas cabe a todos não  divulgar  informações falsas.

As substâncias falsas à venda são comercializadas com a explicação de que é necessário utilizar várias doses, tornando a situação ainda mais perigosa, e são vendidas pela internet ou na deep web de uma farmácia que sequer possui loja física.

Além dessa vacina falsa não funcionar, ela pode trazer inúmeros riscos para seus usuários, portanto é importante ter cautela ao comprar qualquer produto médico, devendo comprar apenas de farmácias que trabalhem com laboratórios confiáveis. Caso você tenha conhecimento de alguma comercialização suspeita denuncie!

Gostou do conteúdo? Assine nossa newsletter e não perca nenhuma novidade.

 

Fonte:

https://www.gov.br/anvisa/pt-br/assuntos/noticias-anvisa/2021/alerta-sobre-suposta-venda-de-vacinas-falsas-pela-internet
https://www.sc.gov.br/noticias/temas/justica-e-defesa-da-cidadania/procon-sc-alerta-consumidores-sobre-falsa-venda-de-vacinas-contra-covid-19-pela-internet
https://exame.com/tecnologia/vacinas-da-covid-19-estao-sendo-vendidas-na-deep-web/
https://www.arca.fiocruz.br/handle/icict/43683